O isolamento térmico é um processo através do qual, é reduzida a troca de calor entre dois sistemas físicos, corpos ou ambientes, mediante o uso de um material não condutor de energia ou com propriedades isolantes.

Ele impede que o ambiente interno perca calor e fique frio quando as temperaturas externas estão baixas, ou que fique quente quando as temperaturas externas estão elevadas.

O calor se dissipa de três maneiras:

- Convecção: Se move através de líquidos ou gases,

- Condução: Transferência de calor através de sólidos,

- Radiação: É transferido através de espaços abertos vazios, por ondas magnéticas elétricas.

Para garantir um ambiente saudável que ofereça conforto para os moradores, existem várias opções estruturais, que devem ser previstas ainda na fase de projeto para que o local tenha um bom desempenho térmico.

- Telhas: Existem vários tipos de telhas que protegem contra a incidência dos raios solares, e as mais comuns são as telhas cerâmicas, que apresentam um bom desempenho de condutividade térmica. São as termoacústicas, de fibrocimento, de poliestireno expandido e de poliuretano rígido.

- Lajes: Por serem compostas de uma série de camadas como concreto, aço, materiais isolantes e revestimentos, as lajes são importantes isolantes. Podem ser usadas mantas de diversos materiais como lã de vidro, lã de rocha, cortiça, fibra cerâmica, silicato de cálcio, entre outros.

- Forros: Podem complementar outros isolamentos, dependendo da necessidade de cada local e construção, sendo que quanto mais espessas forem as camadas, maior será o isolamento térmico proporcionado.

- Paredes: Para que seja eficiente, além do tipo construtivo utilizado como tijolos, blocos, steel frame, wood frame, paredes de concreto, podem ser aplicadas texturas de materiais grossos, mantas e revestimentos.

O isolamento térmico faz total diferença nas edificações, tanto em relação ao conforto e qualidade durante o uso, quanto no que diz respeito aos fatores econômico e ecológico.