As perspectivas para 2020 na indústria da construção são muito boas, sendo que os resultados do último trimestre ratificam e estabelecem a confiança do mercado para o início dessa nova década.

O segundo trimestre de 2019 viu o primeiro crescimento depois de alguns anos, com 5,2% a mais, se comparados com o mesmo período do ano anterior.

A CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), prevê que o setor deve crescer mais de 3% neste ano, representando um potencial para criação de 150 mil a 200 mil postos de trabalho formais.

Para 2020, estima-se que o segmento de construção e reformas seguirá liderando a recuperação, e o setor de edificações residenciais aumentará o ritmo de crescimento.

Segundo o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV), um dos fatores que contribuíram para essa maior confiança, foi a melhora da condição financeira do povo brasileiro.

Hoje no Brasil, há menor incerteza política, as reformas estão sendo tratadas com maior rapidez pelo Congresso, a taxa Selic está em 4,5%, seu menor nível da história, e o consumo das famílias vem aumentando.